Governador quer concluir construção do Hospital Regional de Três Lagoas em um ano

Três Lagoas (MS) – O canteiro de obras no terreno escolhido para construir o Hospital Regional de Três Lagos já começa a tomar forma. Máquinas da construção civil estão a postos na área de mais de 26 mil m² do Distrito Industrial, na BR-158, e operários já preparam as primeiras etapas para a edificação do prédio de três pavimentos e 138 leitos. Nesta quarta-feira (29), o governador Reinaldo Azambuja visitou o local onde será erguida a unidade de saúde e disse querer concluir a obra em um ano, mesmo com o contrato prevendo prazo de dois para o término.

“A construção começa imediatamente. Já temos todo o recurso disponível, sendo que a obra custará R$ 56,4 milhões ao Governo do Estado. Esses recursos são próprios, parte é empréstimo do BNDES, mas o Governo terá que pagar. Esse dinheiro está em uma conta específica e não tenho dúvida que será uma obra com início e fim, e entregue antes do tempo previsto para conclusão”, garantiu Reinaldo.

O Hospital Regional de Três Lagoas será referência em saúde para a Costa Leste de Mato Grosso do Sul. Ele funcionará com estrutura de atendimento para moradores de pelo menos 10 cidades: Água Clara, Aparecida do Taboado, Bataguassu, Brasilândia, Cassilândia, Inocência, Paranaíba, Santa Rita do Pardo e Selvíria, além de Três Lagoas.

Serão 138 leitos, divididos entre pré-parto, parto e pós-parto; indução e recuperação de pacientes; observação pediátrica; observação de paciente; observação psiquiátrica; UTI cirúrgica; UTI clínica; enfermarias; internação de isolamento; semicrítico; preparo e recuperação pós-anestésica; e observação e recuperação do paciente.

“Hospital moderno, equipado e com estrutura completa para atender toda a região de Três Lagoas; hospital que vai fixar o atendimento de média e alta complexidade aqui no Bolsão, representando a regionalização de saúde”, explicou Reinaldo. “Quando a gente governa com responsabilidade, organização, planejamento e respeito ao dinheiro público se consegue fazer entregas que melhoram a qualidade de vida da população”, afirmou ele.

A cerimônia de assinatura da ordem de serviço para início imediato da construção do Hospital Regional foi realizada durante o evento Três Lagoas Florestal, na Arenamix. Participaram do evento os secretários de Estado de Infraestrutura, Marcelo Miglioli; de Saúde, Nelson Tavares; e de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck; além do prefeito Ângelo Guerreiro e dos deputados estaduais Eduardo Rocha, Márcio Fernandes, Coronel Davi e Herculano Borges.

Solenidade de assinatura para construção do hospital contou com presença de autoridades municipais e estaduais.

Obra

Vencedora da licitação para construção do hospital, a empresa Sial Engenharia irá instalar o prédio em uma área doada pelo empresário Magid Thomé Filho à prefeitura de Três Lagoas. Ao todo, serão 19,4 mil m² de área construída, com 138 leitos distribuídos em três pavimentos. O HR de Três Lagoas, que será referência em saúde para a Costa Leste e em ensino para alunos do curso de medicina da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) de Três Lagoas, integra o conjunto de mais de 200 obras não concluídas pelo governo anterior. A construção da unidade deveria ter sido iniciada em 2.014, mas a empresa contratada na época desistiu do empreendimento.

Mais entregas

Patrulha mecanizada e uma van foram entregues para a Prefeitura de Três Lagoas.

Ainda na quarta-feira, o governo de Mato Grosso do Sul entregou uma van para a prefeitura municipal. O veículo é fruto de emenda parlamentar do deputado Eduardo Rocha (PMDB) e vai atender o Sistema Único de Saúde no município. Além do automóvel, foi entregue uma patrulha mecanizada para a Agricultura Familiar, adquirida por meio de emenda parlamentar do então deputado federal Reinaldo Azambuja e do ex-senador Ruben Figueiró – convênio Sudeco e Agraer/MS. O equipamento, avaliado em R$ 161.239,00, é voltado para o incremento da produção local. A patrulha é composta de um trator agrícola 4X4, potência de 85 CV; uma grade aradora; uma grade niveladora; um roto encanteirador; um distribuidor de calcário e uma pá carregadeira.

Confira outras fotos.

Bruno Chaves – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Fotos: Chico Ribeiro