Qualidade e segurança, quesitos esperados pelos moradores com a restauração da MS-040

Campo Grande (MS) – Uma estrada de qualidade e segura, estes são os dois adjetivos usados pelos moradores da comunidade Três Barras, quando o assunto é a restauração da MS-040, que atravessa a região. A obra que vai restaurar um trecho de 17 quilômetros, está sendo muito aguardada pelos moradores e segue em ritmo acelerado.

Dono de borracharia, Edvaldo Serrano comemora o fim dos buracos na MS-040

Para Edvaldo Serrano, que mora nas Moreninhas e segue todos os dias para a rodovia onde tem uma borracharia em sociedade com o sogro, a reforma da MS-040 vai melhorar o fluxo. “Tinha uma buraqueira e agora com a reforma vai ficar 100%, Nós temos um movimento grande, principalmente de caçambeiros puxando areia, então eu acho que vai ser muito bom pra nós, emendar esse trecho antigo restaurado com o outro pedaço novo da rodovia”, disse.

Vanessa da Silva mora na fazenda Mateus Sandra. Ela espera que, com a nova rodovia, o número de acidentes reduza. “Já tivemos alguns acidentes aqui por causa de gente que perde o controle do carro, por causa dos buracos ali no começo da estrada”, contou.

A estudante de jornalismo e moradora da região, Maiara Almeida, acredita que a obra, além de dar mais segurança, deve ter qualidade. “A comunidade acha importante o recapeamento por uma questão de ter um asfalto novo, e mais importante que isso é que o asfalto tenha muita qualidade, para poder comportar o fluxo de caminhões que temos aqui na estrada. Esse trecho foi um pedaço da rodovia que não recebeu manutenção, não foi projetado para o fluxo que temos hoje, inclusive de veículos pesados”, pontuou.

Maiara Almeida destaca a qualidade do asfalto

A restauração da MS-040, que liga Campo Grande a Colônia Yamato, teve início no começo de outubro deste ano e recebe investimentos da ordem de R$ 9,5 milhões, de recursos próprios do Governo do Estado.  Ao todo serão recuperados 17 quilômetros do início da rodovia, trecho pavimentado na década de 90 e que não recebia manutenção desde então. Segundo a Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul), a obra já foi 7% executada e no momento a empreiteira está realizando a reciclagem de base, que receberá uma adição de 3% de cimento para aumentar o suporte do pavimento. A obra será entregue dentro do prazo previsto em contrato, ou seja, junho de 2018.

 

Trecho de 17 quilômetros está sendo restaurado para garantir maior segurança a essa via de ligação com a divisa com São Paulo

Para o secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, a restauração da rodovia, além de levar mais qualidade de vida para os moderadores da região das Três Barras, é uma importante ligação com o estado com São Paulo. “Temos a pavimentação recente de 213 quilômetros, e nós realizamos a travessia urbana de Santa Rita do Pardo que estava totalmente deteriorada. Restaurando agora esse trecho antigo de 17 quilômetros, somado a MS-338 que também estamos recuperando [entre Santa Rita e Bataguassu], essa rodovia vai ficar em perfeitas condições de trânsito para que as pessoas possam utilizar. A grande importância dessa restauração é facilitar o caminho até a divisa de Mato Grosso do Sul com São Paulo. É nossa intenção que ela seja um corredor em perfeitas condições ligando os dois estados”, finalizou.

Texto: Raquel Pereira, Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra)

Fotos: Moisés Silva

GALERIA DE FOTOS DA MS-040  FOTOS :MOISES SILVA