Nova gestão da Seinfra dará continuidade às obras pactuadas pelo Governo

Campo Grande (MS) – A nova gestão da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), que agora está sob comando do engenheiro civil, Helianey Paulo Silva, ex-secretário-adjunto da pasta, terá como lema concluir as obras em andamento dando continuidade à gestão de Marcelo Miglioli. “Da nossa parte iremos executar tudo aquilo que foi pactuado e que pode ser feito. Nosso principal desafio será dar sequência ao excelente trabalho e nossa prioridade será concluir as obras que já iniciamos. O primeiro trabalho do governador Reinaldo Azambuja foi o “Obra Inacabada Zero”, então, nosso foco principal é cuidar das obras em andamento para que elas tenham início, meio e fim”, disse o novo secretário durante o evento de transmissão de cargo. Com a mudança assume a secretaria-adjunta de Infraestrutura o engenheiro Edmir Bosso.

A solenidade de assinatura da nomeação para o cargo aconteceu na tarde desta quinta-feira (5.4), no auditório da Governadoria e durante o evento o ex-secretário, Marcelo Miglioli, realizou uma apresentação dos investimentos e resultados já obtidos pela pasta, que congrega três autarquias: Sanesul, Companhia de Gás do Estado de Mato Grosso do Sul (MSGÁS), Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab-MS) e Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul).

Durante a apresentação, Miglioli destacou as grandes realizações de cada autarquia. Na Habitação, até o final de 2018, serão entregue 18.200 unidades habitacionais; a MSGÁS conquistará o 4º lugar de maior distribuidora de gás natural do Brasil; a Sanesul vai investir até o final de 2018, um bilhão de água e esgoto; e a Agesul está realizando o maiores programas de infraestrutura urbana da história de Mato Grosso do Sul.

“Vamos realizar o maior programa de pavimentação e restauração de vias urbanas do Estado, com obras nos 79 municípios; o maior programa de pontes de concreto, ao todo serão 104 pontes; o maior programa de projetos executivos da história, entre outros. Pautamos nosso trabalho na transparência, tivemos uma gestão administrativa e não política trabalhando pelos 79 municípios indistintamente e  estamos para concluir todas as obras deixadas pelo governo anterior para não desperdiçar dinheiro público, um grande legado dessa gestão que já está sendo copiado Brasil afora”.

Para o governador Reinaldo Azambuja não há dúvida com relação à qualidade do trabalho que será executado. “Estou certo que está transição irá continuar um trabalho pois, a engrenagem é a mesma e não vai sofrer nenhuma interrupção porque são pessoas com a melhor qualificação possível para continuar atendendo os anseios de Mato Grosso do Sul”, concluiu.

Estiveram presentes no evento a primeira-dama, Fátima Azambuja; a vice-governadora, Rose Modesto; os secretários de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar,  Jaime Verruck, e de  Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis; o deputado federal, Geraldo Rezende; prefeitos e os deputados estaduais Mara Caseiro, Beto Pereira, Felipe Orro; entre outras autoridades. Confira as fotos.

Raquel Pereira – Secretaria de Estado de Infraestrutura

Foto: Chico Ribeiro