“Crescimento e boa gestão estadual”: empresa cita motivos para investir nas rodovias de MS

Categoria: Geral | Publicado: quarta-feira, novembro 16, 2022 as 07:50 | Voltar

À frente da rodovia da MS-306 e vencedora do último leilão para operar as rodovias MS-112 e trechos da BR-158 e BR-436, o Grupo Way Brasil destaca que escolheu investir e atuar no Mato Grosso do Sul porque o Estado está em pleno crescimento econômico e tem uma boa gestão estadual, transmitindo assim credibilidade para iniciativa privada.

“Mato Grosso do Sul é o Estado bem gerido, em que a o setor empresarial acredita na atual gestão estadual. Aqui tem a força e crescimento do agronegócio, que garante o fluxo intenso de veículos nas rodovias que foram concessionadas. Também tem uma economia de qualidade”, afirmou o diretor-presidente do Grupo Way-306, Paulo Nunes Lopes.

Ele ressaltou que este cenário e “ambiente positivo” do Estado gera interesse de grandes empresas para atuar e investir por aqui. “Isto ficou evidente nos últimos leilões no setor rodoviário, em que várias empresas quiseram participar da disputa. É um Estado que gera credibilidade para iniciativa privada, isto faz a diferença”.

Nos últimos sete anos, o governador Reinaldo Azambuja promoveu investimentos efetivos na infraestrutura e logística do Estado, além de uma política moderna de incentivos fiscais justamente para atrair grandes empresas privadas, que ao longo deste período, instalaram suas unidades em diferentes cidades, trazendo empregos e renda aos municípios.

Govenador Reinaldo Azambuja durante leilão da concessão das novas rodovias (Foto: Chico Ribeiro)

Outro foco foi realizar concessões importantes, como a rodovia MS-306 e agora a MS-112 e trechos da BR-158 e BR-436.  “Esse leilão de mais de 412 km de rodovias estadual e federais, que se conectam, e que liga os estados de Minas Gerais, São Paulo e Goiás, é extremamente positivo porque é uma região de muito desenvolvimento industrial, da agropecuária e da produção de grãos”, descreveu o governador.

A nova concessão prevê investimentos de R$ 3,44 bilhões em 30 anos, destinados à recuperação, operação, manutenção, conservação e implantação de obras de melhorias e ampliação de capacidade para dotar o corredor rodoviário da melhor infraestrutura de transporte.

A expectativa é que os novos trechos concedidos possam beneficiar uma população de até 230 mil habitantes do Estado, passando pelas cidades de Cassilândia, Paranaíba, Aparecida do Taboado, Inocência, Selvíria e Três Lagoas, gerando mais segurança viária, reduzindo tempo de deslocamento e contribuindo com o escoamento da produção. Também se estima a geração de 2,5 mil empregos diretos e indiretos.

Leonardo Rocha, Subcom
Foto Capa: Edemir Rodrigues (rodovia MS-112)

Publicado por: Joilson Francelino Santana

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.