Em Dourados, duplicação da MS-156 e construção de passarela começam nos próximos dias

Categoria: Geral | Publicado: sexta-feira, setembro 11, 2020 as 11:53 | Voltar

As obras de duplicação MS-156 e a construção da passarela de pedestres, ambos empreendimentos em Dourados, devem começar nas próximas semanas. Os projetos vão mudar a dinâmica do tráfego dando mais segurança a moradores e também aos motoristas. Estão sendo investidos mais de 26 milhões para execução das duas obras.

Os contratos já foram assinados com as empresas ganhadoras dos processos licitatórios e os extratos publicados no Diário Oficial do Estado. Nos próximos dias será dada a Ordem de Início de Serviço (OIS) e os trabalhos já podem começar.

MS-156

O trecho a ser duplicado, com de 7,3 km de extensão, receberá melhorias e adequações de segurança e drenagem. A área designada para a obra terá início na BR-163 e seguirá até o Distrito Industrial do Município. O valor do contrato será de R$ 25.240.155, 47, conforme publicação oficial. Até o próximo ano, Dourados e região devem receber R$ 200 milhões em investimento.

O vice-governador e secretário de Estado de Infraestrutura, Murilo Zauith, afirmou que as melhorias previstas para Dourados e região "são a consequência do trabalho desenvolvido pelo Governo que visa atender as demandas de todo Estado".

Em abril, vice governador, Murilo Zauith, se reuniu com as lideranças de bairros.

Passarela

Muito aguardada pelos moradores de Dourados, a passarela para pedestres será construída na rodovia MS-156, entre a BR-163 e o Núcleo Industrial. O valor de investimento é de R$ 1.008.757,23.

A região cresceu de forma exponencial e os pedestres precisam disputar espaço com o grande tráfego de veículos. Para atender o local, que é motivo de muita preocupação, a passarela será composta por grades e terá cerca de 52 metros de extensão.

Em abril desse ano, o vice-governador e secretário estadual de Infraestrutura, Murilo Zauith, se reuniu com a presidente da Associação de Moradores do Dioclésio Artuzi I, II, III, Lizandra Montezelli, com o presidente da UDAM (União Douradense de Moradores), José Nunes, e com o vereador Olavo Sul para apresentar o orçamento e detalhes do projeto.

“Muitos bairros serão atendidos. Vai ser muito bom quando essa passarela estiver pronta. A população precisa desse retorno”, disse Lizandra Montezelli, à época da reunião.

Investimentos

Outros recursos para a região estão garantidos. Outro projeto importante é a pavimentação do trecho de 8 km de extensão, aproximadamente, que vai desde o Aeroporto Francisco de Matos Pereira até BR-463, abrangendo o acesso à MS-162.  A Agesul executa ainda pavimentação do trecho que liga o anel viário de Dourados até o Hospital da Missão Caiuá e o recapeamento do quadrilátero central entre as ruas Cuiabá-Ponta Porã e Aquidauana-Eulália Pires.

Em execução também estão obras de pavimentação e drenagem de vias, ampliação de sistemas de esgotamento sanitário, construção do prédio do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), entre outras obras que beneficiarão a população.

Luciana Brazil,  Seinfra/ Agesul 

Foto: Divulgação

Publicado por: dionizio@seinfra.ms

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.