Governo do Estado apresenta plano de retomada para empreendimentos turísticos

Categoria: Geral | Publicado: quinta-feira, julho 22, 2021 as 11:22 | Voltar

Meu Estado, meu Destino. Este é o nome da campanha lançada, nesta quinta-feira (22), pelo Governo do Estado para estimular o turismo doméstico em Mato Grosso do Sul, um setor muito prejudicado pela pandemia.

Em live apresentada nas redes sociais do Governo do Estado, o secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, apresentou o plano de retomada do setor. “Emocionante e surpreendente, a campanha retrata muito bem a realidade e mostra a valorização das belezas das nossas terras”.

Riedel apresentou ainda o funcionamento de apoio às empresas de turismo. “Desde ontem (21), está liberado o apoio às empresas de turismo que podem se cadastrar até dia 08 de agosto, pelo site turismo.ms.gov.br”.

“Agora é o momento de acelerar a nossa retomada econômica, mesmo que tenhamos vivido um dos menores impactos do brasil. Com o plano de retomada, saímos na frente e por isso a campanha de estimulo ao turismo, com os protocolos de biossegurança bem entendidos”.

Para o diretor-presidente da Fundação de Turismo de MS, Bruno Wendling, objetivo da campanha é despertar no sul-mato-grossense a vontade de viajar e conhecer seu próprio estado. “Estamos seguro de lançar esse programa inédito, porque todos os empreendimentos adotaram o protocolo de biossegurança. Nossos destinos são inigualáveis e desejados pelo mundo todo. A campanha Meu Estado, Meu Destino é uma iniciativa de fomento ao turismo”.

Apoio ao turismo

Após o diálogo com os representantes do setor de turismo, ficaram definidas linhas de apoio aos empresários e profissionais do turismo: o ‘Incentiva+MS Turismo’.

As inscrições se iniciaram nesta quarta-feira (21/07) e vão até 08 de agosto, exclusivamente de forma eletrônica pelo site www.turismo.ms.gov.br, no menu ‘Incentiva+MS Turismo’.

O valor do auxílio, 6 (seis) parcelas de R$ 1 mil pagas mensalmente, será o mesmo para pessoas físicas e jurídicas. O público é formado por Guias de Turismo; Microempreendedores Individuais (MEIs); Microempresas (MEs) das atividades econômicas:  Restaurantes e similares; Bares e outros estabelecimentos especializados em servir bebidas; Lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares; Serviços ambulantes de alimentação; Operadores turísticos; Agências de viagens; e Serviço de organização de feiras, congressos, exposições e festas.

A iniciativa é composta por quatro fases inscrições abertas por 15 dias; avaliação dos documentos pela comissão; publicação dos selecionados; e pagamento dos benefícios.

Ana Brito / Seinfra

Foto: Guilherme Pimentel

Publicado por: Ana Cristina de Souza Brito Uzun

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.