Obras em execução na Capital geram centenas de empregos

Categoria: Geral, Infraestrutura Urbana | Publicado: quinta-feira, março 25, 2021 as 11:24 | Voltar

As obras que o Governo do Estado têm executado na Capital não param. Além do benefício social e econômico, pelo menos 150 empregos diretos são gerados apenas no pátio de obras na área de infraestrutura urbana e, se considerarmos os empregos indiretos e de outras áreas, este número é ainda maior.

"Sejam no campo ou na cidade, essas obras beneficiam a população e geram empregos”, destaca Riedel.

De acordo com a Secretaria de Estado de Infraestrutura, atualmente a área urbana conta com a execução de cinco grandes obras que somam um investimento previsto de R$ 22,4 milhões. Entre elas está a recuperação asfáltica e revitalização do estacionamento em área do Parque das Nações Indígenas; a drenagem fluvial e pavimentação de ruas do Aerorancho - um dos bairros mais populosos da cidade; a recuperação funcional em um trecho da Avenida Mato Grosso além da pavimentação asfáltica, drenagem pluvial, recuperação de pavimento e controle de erosão no Parque do Prosa.

Para o secretário Eduardo Riedel, essas iniciativas transformam a vida do campo-grandense e mostram o compromisso do Governo do Estado: “Vamos tirar do papel as obras estruturantes e que são necessárias para o bem-estar da nossa gente. Sejam no campo ou na cidade, essas obras beneficiam a população e geram empregos”, enfatizou.

Capital conta com cinco grande obras, em execução, com investimento de R$ 22,4 milhões.

Entre as obras executadas,  em execução, fruto de convênio com o município e aquelas em fase de projeto, o investimento por parte do Governo do Estado, na Capital, chega a aproximadamente R$ 115 milhões.

Parque dos Poderes

Além das obras já listadas, está em processo de licitação, a primeira reforma da história do Parque dos Poderes terá o recapeamento de 110 mil m² de ruas, com 4 quilômetros de pista de caminhada e corrida, assim como 4,2 quilômetros de ciclovia no canteiro central, paisagismo, três estações de ginástica e 70 bancos de descanso, tendo à disposição três estações de ginástica, com todas as medidas e normas de acessibilidade.

Também vai contar com reforma dos estacionamentos, lixeiras e instalação de 41 abrigos nos pontos de ônibus para dar melhores condições aos servidores estaduais que utilizam o transporte coletivo. O projeto inclui ainda a criação de centro de apoio aos usuários do Parque, com banheiros masculinos, femininos e adaptados para as pessoas com deficiência.

Texto: Ana Brito.

Fotos: Saul Schramm.

Publicado por: Jessika Machado

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.