Para garantir segurança, Governo intervém administrativamente no aeroporto de Bonito

Categoria: Geral | Publicado: terça-feira, setembro 13, 2016 as 13:43 | Voltar

Campo Grande (MS) – Para garantir a segurança dos usuários  e evitar a interrupção das atividades do aeroporto de Bonito, o Governo de Mato Grosso do Sul  decretou nesta terça-feira (13) intervenção administrativa da unidade. Com a medida, fica interrompida temporariamente a concessão do serviço público de administração, operacionalização e manutenção do aeródromo. O decreto nº 14.563 foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE-MS) de hoje.

Administrado pela empresa Dix Empreendimentos desde 2006, o aeroporto precisa passar por reparos de aderência na pista de pousos e decolagens. A obrigatoriedade da reforma foi estabelecida pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que regula a infraestrutura aeronáutica brasileira.

Como a empresa não apresentou um plano para adequação do local para atender a determinação da Anac, a intervenção foi a forma que o Governo do Estado encontrou para garantir as manutenções preventivas no aeroporto, explica o titular da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), Marcelo Miglioli.

“A empresa se esquivou da responsabilidade de apresentar um plano de ação corretivo. Então para evitar o fechamento ou qualquer prejuízo aos empresários locais, o governo do Estado está reassumindo o aeroporto ”, pontuou.

Notificação

Outro fator que levou a interdição foi a reincidência do não cumprimento das obrigações contratuais pela concessionária, explicou Miglioli. Em notificação do ano de 2015, o Governo do Estado teve que realizar em caráter emergencial serviços de reparo na pista, a fim de evitar a desagregação e infiltração no pavimento, visto que o aeroporto estava em inspeção pela Anac e na iminência de ter os voos suspensos caso o problema não fosse sanado de forma imediata.

Conforme a publicação do DOE-MS de hoje, o período de vigência de interdição é de até 180 dias, podendo ser rescindido o contrato ou repassado o controle do aeroporto à concessionária responsável. Nesse período, a concessionária terá o prazo de 60 dias para apresentar à Seinfra um plano de correção das falhas e transgressões que levaram a intervenção bem como outras irregularidades identificadas.

bonitotochap_086
Cinco mil turistas passam pelo aeroporto ao ano, diz BCVB

Turismo

O presidente do Bonito Convention Bureau (BCVB), Rodrigo Coinete, representante do setor privado do turismo de Bonito, aprovou “a atitude proativa” do Governo do Estado em intervir para que as atividades do aeroporto continuem em execução. “Tendo a sinalização do Governo, da garantia da manutenção correta da pista, a gente continua com o ciclo de desenvolvimento do turismo sustentável de Mato Grosso do Sul”, falou.

Rodrigo afirma ainda que “o aeroporto é ferramenta importantíssima para a manutenção do turismo de eventos em Bonito”, que costuma movimentar a cidade em épocas de baixa temporada e contribuir o ano todo para geração de 2,5 mil empregos formais diretos na cidade. Segundo ele, dos mais de 200 mil turistas que visitam Bonito todos os anos, cinco mil utilizam o aeroporto municipal como porta de entrada – a maioria para turismo de eventos/negócios.

Só em 2015, o turismo em Bonito gerou mais de R$ 300 milhões de economia para o Estado. Atualmente, o aeroporto da cidade possui três voos semanais, com expectativa de voos diários a partir do próximo ano, informa o presidente da BCVB.

Raquel Pereira e Bruno Chaves | Fotos: Bolivar Porto

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.